ANPD – Notificações de incidentes disparam e contam com 116 casos este ano

Segundo a reportagem do Convergência Digital, a Autoridade Nacional de Proteção de Dados já recebeu 116 notificações de incidentes de dados entre janeiro e outubro deste 2021, revelou a ANPD nesta segunda, 25/10, em seminário sobre a LGPD promovido pelo Tribunal de Contas da União. Com média de 10 notificações por mês, em agosto o número saltou para 26.

         A ANPD se aproxima de completar um ano de atividade como alvo de demandas que estressam a estrutura ainda inicial do órgão. “A necessidade maior da Autoridade é de fortalecimento, tornando nossa estrutura mais robusta. E quanto à natureza jurídica da Autoridade, tem necessidade de se pensar em evoluir para uma autarquia independente”, apontou o presidente da ANPD, Waldemar Gonçalves.

         Como destacou a diretora Miriam Wimmer, uma referência do tema, é a quantidade de demandas que chegam à Ouvidoria. Entre janeiro e outubro foram 2.930 demandas, das quais 547 denúncias de titulares que geraram alguma ação de fiscalização.

         “Todos acompanhamos pela mídia a grande preocupação suscitada pelos incidentes de vazamentos de dados, pela divulgação não autorizada de dados pessoais, práticas irregulares de compartilhamento, casos complexos que envolvem tanto setor público como privado. 

       Recebemos 392 reclamações que ensejaram algum tipo de ação de fiscalização, e 116 notificações de incidentes de segurança nesse período”, listou a diretora Miriam Wimmer.

         Como podemos ver, a LGPD e a ANPD estão ON!

 

https://www.convergenciadigital.com.br/Governo/Legislacao/ANPD%3A-Notificacoes-de-incidentes-disparam-em-agosto-e-ano-ja-tem-116-casos-58541.html?UserActiveTemplate=mobile#.YXiKvHHMZHc.whatsapp



Quanto custaria para minha empresa um incidente de violação de dados pessoais?

Inicialmente, a resposta é: Depende do tamanho da empresa e da proporção do vazamento de dados. De acordo com o Instituto Ponemon e a IBM, que publicaram uma pesquisa sobre o Custo da Violação de Dados no Brasil, revelou que o custo médio da violação por registro aumentou de R$157,00 reais para R$175,00 reais, mas o custo organizacional total de violação já passa da casa dos R$3 milhões de reais.

         A pandemia do covid-19 contribuiu com o aumento considerável dos custos de violações desde o ano passado, e isso se deu em razão ao mau-uso dos dispositivos configurados para o teletrabalho, como falta de orientação aos funcionários e falta de uma equipe especializada em TI e LGPD.

         A verdade é que os custos de violações de dados têm aumentado desde 2017, antes de uma ligeira queda em 2020. Um fator importante é que as organizações não estão melhorando em detecção e resposta, visto que em 2021 as empresas afetadas demoraram em média 287 dias para identificar e conter uma violação de dados. Esse número também tem aumentado continuamente desde 2017, por isso não pode ser explicado simplesmente pela pandemia, embora seja verdade que o crescimento do teletrabalho pode ter feito com que descobrir vazamentos e ameaças se tornasse algo bem mais penoso.

         Neste sentido, os setores que mais enfrentaram problemas com custos foram a área da  saúde, varejo e hospitalidade. Mas, há muitas informações atuais que as organizações e os responsáveis pela segurança digital podem seguir para tentar reduzir as violações de dados e os custos associados. Por exemplo, os custos foram muito mais baixos para as organizações com uma postura de segurança digital mais madura.

         Analisando todo o exposto, não seria melhor adequar as diretrizes da LGPD para evitar prejuízos financeiros como esses?

         O mundo digital tomou conta do mundo real. As recomendações feitas no relatório do Ponemon Institute ajudam as organizações a reduzir potenciais danos financeiros, além dos danos à imagem, com base em experiências já vivenciadas pelas organizações que contribuíram para o estudo. Além disso, as boas práticas da LGPD podem e devem ser utilizadas, para que tenhamos um ambiente digital mais seguro.

Por Vitória Ribeiro

REFERÊNCIA

PONEMON INSTITUTE. Cost of a Data Breach Report 2020. Michigan: IBM Security, 2020. 82 p. Disponível em: https://www.ibm.com/security/digital-assets/cost-data-breach-report

https://www.welivesecurity.com/br/2021/08/30/por-que-as-violacoes-de-dados-tem-um-custo-tao-alto-para-as-empresas/