Mercado Livre: Dados de 300 mil clientes foram vazados.

 

Dados de cerca de 300 mil clientes do Mercado Livre foram vazados, segundo informou a própria empresa na noite desta segunda-feira (8). Apesar disso, a companhia diz que não encontrou evidências de comprometimento do seu sistema ou de que terceiros tenham obtido senhas, saldo de conta ou informações financeiras das pessoas. Ainda é cedo para dizer as consequências de tal vazamento.

Ao todo, a empresa tem mais de 140 milhões de usuários, sendo a maior plataforma de comércio eletrônico da América Latina. Nos últimos anos, a grande do varejo passou por grandes transformações, oferecendo serviços financeiros (por meio do Mercado Pago) e aumentando o número de centros de distribuição, o que possibilita, em algumas localidades, entregas de compras feitas no mesmo dia, explicado o sucesso, não é?!

Já existe suspeita de que a operação tenha sido realizada pelo mesmo grupo hacker responsável por ataques recentes à Samsung, Nvidia e Claro, assim como ao ConecteSUS — o Lapsus$ Group.

O Mercado Livre soltou uma nota sobre o ocorrido: “Recentemente, detectamos que parte do código-fonte do MercadoLibre, Inc. foi objeto de acesso não autorizado. Ativamos nossos protocolos de segurança e estamos realizando uma análise exaustiva. Embora os dados de aproximadamente 300.000 usuários (dos nossos quase 140 milhões de usuários ativos únicos) tenham sido acessados, até o momento e de acordo com nossa análise inicial, não encontramos nenhuma evidência de que nossos sistemas de infraestrutura tenham sido comprometidos ou que as senhas de qualquer usuário, conta saldos, investimentos, informações financeiras ou informações de cartão de crédito. Estamos tomando medidas rigorosas para evitar novos incidentes”.

Com cerca de 140 milhões de usuários únicos, o Mercado Livre é o maior portal de comércio eletrônico da América Latina, além dessa plataforma, o Itaú Unibanco e o Nubank, também tiveram problemas com tecnologia nas últimas semanas.

Portanto, vemos que os incidentes com dados continuam aumentando, se você, empresário, ainda não está convencido da seriedade e importância de se evitar o vazamento de dados, coloque-se no lugar do titular de dados. E considere que a lei busca garantir os direitos a você tanto como garante os dele.

Por Vitória Ribeiro

Estagiária de Direito

 

FONTE: https://www.cnnbrasil.com.br/business/dados-de-cerca-de-300-mil-usuarios-do-mercado-livre-vazam/