Já ouviu falar sobre os golpes envolvendo correntistas da Caixa Econômica Federal?

A gente te explica!

Tudo se iniciou com algumas ocorrências de fraude no aplicativo para saque do FGTS que foram publicadas pelo Jornal Nacional, que diziam: “Com a liberação do saque do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) a partir de hoje, 20/04/2022, a Caixa Econômica Federal alerta para o risco de golpes e fraudes no resgate dos valores. A previsão é de que cerca de 42 milhões de trabalhadores possam sacar parcelas de R$ 1.000,00 até o fim do calendário de pagamentos, somando R$ 30 bilhões liberados pelo governo”.

Além disso, outro golpe pôde ser notado em envios de mensagens por SMS em nome da Caixa, onde golpistas se passam pela Caixa em SMS que diz que assinatura eletrônica expirou, enviando assim um link falso para reativação do acesso e pedem que o correntista da Caixa digite usuário e senha do Internet Banking. Assim que o correntista clica no link ele é direcionado para um site fake, bem parecido com a página inicial do Internet Banking da Caixa.

Ao abrir a página, um aviso diz que a conta está pendente de validação e, para evitar bloqueio total da conta é necessário preencher com usuário e senha, assim os golpistas passam a ter acesso a seu usuário e senha e podem acessar a sua conta corrente a qualquer momento para movimentar o seu dinheiro.

Quando procurada a CAIXA a fim de obter mais informações sobre como o banco está tratando a questão da autenticação, a Caixa respondeu que para aprimorar a segurança de dos sistemas e diminuir a ação dos golpistas, o banco emprega mecanismos múltiplos de proteção e monitoramento, como:

  1. Validação de dados;
  2. Autenticação por senha;
  3. Validação de documentos;
  4. Segundo fator de autenticação.

A CAIXA informou ainda que procura melhorar continuamente os critérios de segurança de acesso aos seus aplicativos e movimentações financeiras, buscando as melhores práticas de mercado e as evoluções necessárias ao observar a maneira de operar contra os fraudadores e golpistas.

E o que recomenda a Caixa para que os correntistas não caiam em golpes?

  1.  Sejam utilizados somente os canais oficiais do banco para buscar informações e acesso aos serviços, jamais compartilhando dados pessoais, usuário de login e senha.
  2. A Caixa não envia mensagens com solicitação de senhas, dados ou informações pessoais. Também não envia links e não pede confirmação de dispositivo ou acesso à conta por e-mail, SMS ou WhatsApp.
  3. Senhas e cartões são pessoais e intransferíveis. Assim, recomenda que senhas bancárias não devem estar disponíveis em aparelhos celulares ou computadores.
  4. Os clientes não devem aceitar ajuda de estranhos, mesmo dentro das agências. Caso necessitem de atendimento, devem sempre procurar um empregado da CAIXA devidamente identificado.

O banco reforça, ainda, que os trabalhadores têm à disposição para serem atendidos o App FGTS, o telefone 4004-0104 (capitais e regiões metropolitanas) e o 0800-104-0104 (demais regiões), além das agências da Caixa e mais orientações estão disponíveis em: www.caixa.gov.br/seguranca.

A Caixa alerta que a menor desconfiança de movimentação não reconhecida pelo cliente, pedidos de contestações devem ser realizados em qualquer agência da CAIXA, portando CPF e documento de identificação.

Por Vitória Ribeiro

Estagiária de Direito

FONTE: https://g1.globo.com/economia/noticia/2022/05/29/fgts-veja-quem-podera-fazer-o-saque-extraordinario-de-ate-r-1000-a-partir-desta-semana.ghtml

https://recontaai.com.br/atencao-golpistas-se-passam-pela-caixa-em-sms-que-diz-que-assinatura-eletronica-expirou