ANPD está on!

1º vazamento de dados de chaves Pix mostra que órgão já está atuando prontamente 

         O Banco Central noticiou na última quinta-feira (30/09) o incidente envolvendo dados de chaves Pix de clientes. Em declaração, o Banco Central (BACEN) disse que o problema ocorreu em razão de falhas pontuais em sistemas da instituição financeira que estavam sob guarda e responsabilidade do Banco do Estado de Sergipe (Banese).

         Em comunicado, o Banco Central afirmou que “não foram expostos dados sensíveis, tais como senhas, informações de movimentações e saldos financeiros em contas transacionais, ou quaisquer outras informações sob sigilo bancário”, os dados vazados seriam nome, CPF, banco em que a chave está registrada, agência e conta, segundo o Banese.

         Além disso, a companhia alega que os dados vazados não afetaram a confidencialidade das senhas e contas: “as consultas foram realizadas no Diretório de Identificadores de Contas Transacionais – DICT, administrado pelo Banco Central do Brasil, e de acesso restrito às Instituições que iniciam o procedimento para realização de uma transação por Pix”. As chaves envolvidas no vazamento foram informações exclusivamente de número de telefone, afirma Banese.

         A ANPD já foi acionada e, juntamente com o Banco Central, tem trabalhado no incidente e nas consequências do vazamento.

         Os incidentes são eventos que comprometem a confidencialidade, a integridade e a disponibilidade de um dado pessoal, além de ser um dos principais motivos pelo qual a empresa precisa estar adequada às exigências da LGPD.

       Quer saber mais informações envolvendo incidentes com dados pessoais? Então continue nos acompanhando ou entre em contato conosco, o Time DPOnet está pronto para auxiliar sua empresa a solucionar problemas do agora e evitar os do futuro.

Por Vitória Ribeiro

 

REFERÊNCIA

https://www.cnnbrasil.com.br/business/banco-central-comunica-1o-vazamento-de-dados-cadastrais-do-pix/